Meu primeiro emprego: raízes não são âncoras

Minha semana foi bem legal, na terça-feira comecei a trabalhar, pois era uma coisa que eu queria e estou me adaptando muito bem: é o meu primeiro emprego.

Na escola o professor de português deu uma aula em ar livre e separou a turma A e B para responder algumas perguntas sobre o ‘Trovadorismo’.

Cada turma tinha que separar quem não sabia dos que sabiam e os que não sabiam iriam responder as perguntas do outro time e os que sabiam iria fazer as perguntas para o outro.

Eu estava lendo  esse pequeno texto, achei bem interessante:

Raízes não são âncoras…
“Na vida, nós devemos ter raízes, e não âncoras. Raiz alimenta, âncora imobiliza. Quem têm âncoras vive apenas a nostalgia e não a saudade. Nostalgia é uma lembrança que dói, saudade é uma lembrança que alegra”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close