O porquê da não variedade do cardápio da escola

Na semana que se iniciou o quarto bimestre, nossa turma A, da 3°A, se aprofundou do assunto sobre a não variedade do cardápio escolar.

Fizemos pesquisas e soubemos que a culpa da falta de variedade não está em quem faz a comida ou na escola, e sim na prefeitura.

É a prefeitura que recebe uma renda/verba (uma quantia de dinheiro) e através dela que compram os alimentos das escolas, porém como as escolas municipais ainda não retomaram ao ensino presencial, acredito qu ainda não estão mandando variedade suficiente para outras escolas, o que impossibilita a variação do cardápio.

Mas quanto será que deve ser essa renda que usam pra comprar comida?

É o que iremos discutir na próxima semana de aula da nossa turma.

Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)

As escolas públicas de educação básica receberam este ano R$ 2,6 bilhões do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o dinheiro coopera nas ações dos estados e municípios na promoção da merenda dos estudantes. 

Nos últimos meses, o PNAE destinou duas parcelas extras aos estados e municípios para ações de enfrentamento a Covid-19. Em dezembro de 2020 foram liberados mais R$ 394 milhões e, em janeiro, outros R$ 384 milhões.  Além disso, as parcelas previstas para o primeiro semestre de 2021 também já foram liberadas aos executores do programa.

Fonte: Brasil 61

A cidade de São Paulo lidera o ranking dos municípios que tiveram os maiores repasses do PNAE. Rio de Janeiro, Fortaleza e Belo Horizonte também estão na lista dos 10 maiores repasses em 2021.

MunicípioUFValor Monetário na Adm Pública Municipal (2021)
São PauloSP93.644.776,40
Rio de JaneiroRJ60.236.600,20
FortalezaCE24.048.315,20
Belo HorizonteMG20.173.217,40
ManausAM14.396.888,52
CampinasSP13.106.556,96
CuritibaPR13.045.576,60
SalvadorBA11.316.748,80
BelémPA10.002.428,00
GoiâniaGO8.996.167,60

Fonte: Brasil 61

Logo, de acordo com o site https://brasil61.com/n/confira-quanto-cada-municipio-recebeu-do-pnae-em-2021-bras215764, Rio Claro recebeu mais de R$ 6 milhões do Programa Nacional de Alimentação Escolar, o suficiente para adquirir de 300 mil marmitex de R$ 20.

Um comentário em “O porquê da não variedade do cardápio da escola

  1. Eis o caminho da reportagem que estão fazendo, parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close