As minorias sociais e o nazismo

Primeiramente, trataremos aqui das minorias sociais, que não estão, necessariamente, relacionadas à quantidade; mas quero primeiro definir basicamente o que são. As minorias são os indigenas (atenção: indigenas, não índios), os negros, toda a comunidade LGBTQIA+, são grupos que a sociedade não trata com a mesma igualdade; nas ciências sociais, são grupos que são marginalizados e excluídos do processo de socialização.

Mas por que não tem relação com quantidade? Posso citar, por exemplo, a população negra no Brasil, que é uma grande parte dos descendentes africanos; mas são minorias porque, apesar da quantidade, são pouquíssimos os que têm um emprego digno (digno em relação ao salário e condições trabalhistas), são pessoas excluídas de alguma parte da sociedade.

Já nesse conceito que trouxe anteriormente, gosto muito de diferenciar igualdade e equidade; na equidade você utiliza de diferentes formas para que se chegue na igualdade, de fato, pois existem diferentes problemas.

Gostaria eu de citar os indígenas, o povo que já estava aqui antes da chegada dos caros europeus. Há uns 100 anos, o número de indígenas era muito maior que hoje; e os que poucos existem não são, por preconceito da sociedade, incluídos nos meios sociais, muitas vezes com inúmeros preconceitos sem conhecer de fato. E isso me entristece muito porque eles são os povos nativos, verdadeiros moradores do Brasil e da América.

E isso das minorias não é de hoje; durante a segunda guerra mundial, vimos o terrível genocidio de Adolf Hitler, que milhões de judeus morreram por não seguir o “padrão” ideológico da época. Foram exterminados por serem diferentes, impuseram seu “poder” sobre eles e fizeram tal massacre convictos de que era o certo a se fazer. Coisa que muito me entristece.

Naquele tempo da segunda guerra mundial, os homossexuais também eram levados aos campos de concentração para extermínio. Judeus eram rotulados por serem quem são! Inclusive, quando comparamos aquele tempo com os dias de hoje, acham ser um exagero. Será mesmo? Bem… eu acredito que possa ser uma questão de ponto de vista, mas o fato é que a sociedade anda rotulando quem é diferente, cada vez mais as pessoas estão sendo rotuladas por ser quem são.

Eu quero deixar uma dúvida: será que a nossa linda Constituição da República realmente está sendo colocada em prática? Será que todos aqueles belos artigos democráticos estão realmente sendo colocados em prática?

*Sabinadas é escrito por Kauhan Sabino, poeta, escritor e idealizador do Jornal Quincas Borba, na escola Marciano de Toledo Piza.

2 comentários em “As minorias sociais e o nazismo

  1. Luiz Felipe Campos 28 de junho de 2021 — 23:40

    O artigo é muito complexo, pois gera diferentes opiniões, que dificilmente chegara todos numa mesma conclusão.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Ótima reflexão! Tema e pontos de vista importantissimos! Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close