O Positivismo, Capitalismo e as Máquinas

Percorrendo por assuntos como a revolução industrial, fontes de energia, capitalismo, entre outros, faz-se presente a mecanização em nossa sociedade; percorrendo questões econômicas, sociais e políticas.

À título de curiosidade, você sabe quem foi que colocou “Ordem e Progresso” na bandeira da República Federativa Brasileira? A frase foi inserida por Raimundo Teixeira Mendes em 1889, quando, a partir da segunda metade do século XIX, o positivismo do francês Auguste Comte começou a influenciar alguns intelectuais e políticos brasileiros.

Esse positivismo de Comte viria para propor o verdadeiro conhecimento da sociedade e do ser humano, com a observação de fatos sociais; contrariando a filosofia metafísica, o positivismo não aceita a imaginação/o metafísico como maneira de interpretação das questões sociais. Devido a problemas econômicos-sociais, o positivismo se impulsionou com a sua crença no progresso do sistema capitalista e nos benefícios da industrialização.

Há quem apoie o capitalismo e há quem seja contra; é o caso do filósofo Georg Friedrich, que exalta o Estado, dizendo ser uma atividade livre e racional do Espírito; já o pensador anarquista Mikhail Bakunin afirma ser a escravização dos trabalhos.

Ao falar do capitalismo, muito se comenta na questão das máquinas. Por exemplo: na primeira revolução industrial, por volta de 1760, a tecnologia de ponta naquela época era a locomotiva a vapor, que aumentava a produtividade; já na segunda revolução industrial, começou a surgir a energia elétrica, carros à combustão, entre outros, passando a ter uma maior produção por meio das máquinas que, ao contrário do ser humano, podem trabalhar o dia todo.

Portanto, essa mecanização pode ser vista de vários lados, como o aumento da produção e também a geração de mais desemprego. Por mais que aumente a produtividade e reduza os custos, vemos por outro lado o desemprego cada vez mais aumentando.

*Sabinadas é escrita por Kauhan Sabino, idealizador do Jornal Quincas Borba, na escola Marciano de Toledo Piza.

Categorias Opinião, Sabinadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close